Entre você e Deus

Atualizado: 24 de Ago de 2020

Eu já esperei muito dos outros.

Queria atenção, admiração, reconhecimento.

E não vou dizer que superei tudo isso... ainda...

Já me decepcionei tantas vezes com amizades irreais, e já me abri para estranhos reais.

Já esperei um muito obrigada, um abraço, um conte comigo, um como você está?

Eu já chorei muito, senti muito, fiz muito drama. Fiz... faço...

É tudo muito intenso aqui dentro, e ao mesmo tempo muito barulhento lá fora.

Às vezes me sinto perdida... sem voz.

Às vezes vem na mente coisas ruins que já me falaram sobre mim,

E eu me pego repetindo as mesmas coisas que me falaram, e continuo me machucando, me julgando,

Num ciclo vicioso, sem fim.

Nesses momentos eu me recolho e me silencio no barulho do ego.


Eu fui percebendo meus sentimentos de invalidez,

Percebendo amizades tóxicas que não me servem mais,

Percebendo que eu aceito e permito tudo o que acontece na minha vida.

Eu notei também que eu buscava tanto no outro algo, porque eu não me dava aquele algo.

Eu criei do outro algo que ele não é, para alimentar algo que faltava em mim.

Foi aí que percebi que eu estava criando expectativas demais,

Esperando do outro algo que somente eu poderia me dar.

O sentimento de ser livre e verdadeira com meus sentimentos, com meu eu, com a minha essência.


Nesse meu autoconhecimento diário e observação dos meus sentimentos mais sombrios eu converso muito com Deus e Ele me conta muita coisa.

Comecei a perceber que tudo é entre nós dois. Eu e Ele.

Me disse para continuar esperando sempre o melhor do outro, mesmo que o outro não me dê de volta aquilo que eu espero. Que as vezes o outro está só passando por um momento difícil, um dia desafiador... e que no fundo de cada pessoa existe uma sementinha de amor que se ainda não brotou, está prestes a brotar.

Deus sempre me pede paciência e compreensão. Mesmo eu ainda não entendendo muito bem o real sentindo dessas palavras. Continuo pedindo sabedoria para entendê-las.


Um dia eu meditei, querendo compreender algo que estava sentindo... um sentimento de raiva me dominava, um sentimento de revolta por algumas pessoas.

E Deus me acolheu em Seu colo e me disse: "Continue. Você trabalha para mim e eu estou te vendo".

No final de tudo, é realmente entre mim e Deus.

Entre você e Deus.

E não importa quantas vezes eu me perca,

Eu sempre me encontro melhor ainda.





1,044 visualizações0 comentário
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook

© 2021 | Gabi Colen. Todos os Direitos Reservados.